17 de novembro de 2018

E assim acabou o inktober


Eu sobrevivi à primeira semana, comecei a me afogar na metade, mas na primeira semana de novembro consegui terminar esse desafio! Foi o primeiro Inktober que levei à sério e que consegui terminar, então me sinto muito feliz por ter feito! 
Abaixo estão os últimos!

14 de novembro de 2018

Outubro só vale à pena se tiver Halloween


Desde a festa junina planejamos fazer uma festa de Halloween com uma regra: ninguém usar fantasia clichê de zumbi, bruxa ou vampiro.
Eu fiquei feliz que todo mundo conseguiu se fantasiar, mesmo no improviso!

 
Eu me vesti de Succubus, um demônio sexual que rouba a energia vital das pessoas através dos sonhos. A Camila se vestiu de viúva satânica.

11 de novembro de 2018

Terminei o projeto de 100 lugares em 1 ano!

(vista do terraço do Parque das Ruínas, em Santa Teresa, RJ. Uma velhinha tirou a foto para mim)

Ano passado, eu conheci o projeto da Claudia Hi, o 100 lugares em 1 ano, e fiquei com esperanças de finalmente ter coragem de sair sozinha de casa e desbravar o mundo.
Eu era bem reclusa e não sabia nem ir ao centro da cidade sozinha. Queria ir à exposições de arte e aos lugares turísticos da minha própria cidade, mas nunca tinha companhia e tinha uma espécie de medo de sair de casa.

No início do projeto, eu escrevi "eu queria ter coragem pra sair de casa mais vezes e conhecer os lugares, já tive vários projetos frustrados aqui no blog sobre isso, já tirei o passaporte de museus do Rio, fiz listas e listas de locais para ir, mas tudo foi por água abaixo. Eu ficava desanimada em sair sozinha, desanimada para me levantar e sair pela porta.
Quem lê meu blog, sabe que no início desse ano resolvi me aventurar mais e me permitir conhecer lugares e pessoas. Não sinto mais medo de sair sozinha.".

 
(MASP com Vitor. Uma velhinha estrangeira tirou a foto, que foi repostada no ig oficial do museu)

Disse à mim mesma que já estaria feliz se conseguisse pelo menos uns 15 lugares, que sair pela porta seria uma vitória, mesmo que não conseguisse cumprir a lista toda.

Muitos dias foram infrutíferos, me arrumei, arrumei minha mochila, mas não consegui sair pela porta, parecia que meus pés estavam colados no chão. Muitas vezes fui à lugares e nem consegui tirar fotos para documentar porque estava tímida. Muitas vezes me perdi, não encontrei os lugares, e voltei para casa triste por ter perdido um dia. 

Qual foi a minha surpresa quando completei os 50! Já sentia que estaria feliz demais parando ali, mas então terminei o 100 um mês antes do projeto terminar!

O projeto começou em 11 de novembro de 2017, mas consegui completar em 13 de outubro de 2018!
Aqui está a listinha completa dos lugares que visitei! Enquanto o ano não acabar, continuarei a postar sobre os lugares que não falei aqui.

31 de outubro de 2018

Inktober acabou, mas eu ainda não


Cheguei atrasada à metade do Inktober, mas fico feliz, pois esse foi o máximo que já cheguei em qualquer outro inktober huahua. Tem sido bem interessante desenhar essa coelha em preto e branco. 
Ela ainda não foi batizada, mas coloquei um storie no instagram para os leitores darem sugestões de nomes para ela. Recebi várias sugestões e já tenho alguns nomes escolhidos!

No início do mês, eu escrevi sobre a primeira semana do Inktober e postei os primeiros desenhos, além de explicar o desafio. Clique aqui para ficar sabendo! 
Agora são os desenhos dos dias 7 ao 16! O próximo post do inktober será sobre o final dele.
07. Apatia.
Não há sabor que me apeteça, não há música que me inspire. Não há carinho que me conforte, não há nada que faça eu me importar.
Por muito tempo senti apatia com a vida, isso se deve ao fato de ter depressão. Há momentos em que a ansiedade me faz sentir demais, e em outros a depressão me faz sentir nada. Não foi difícil fazer esse desenho, é algo bem familiar para mim.

24 de outubro de 2018

Projeto #100em1 - Festival de manifestações urbanas, Arte Core 2018

A Pâmela me chamou para ir ao Arte Core, eu estava um pouco para baixo e aceitei em cima da hora. Eu ainda não tinha ido em edições desse festival! Ele durou dois dias (13 e 14 de outubro), e foi a sexta edição. 
Quando soube que duas artistas que admiro muito estavam expondo, minha vontade aumentou!
O painel da foto é do Rimon Guimarães.

#100em1 é um projeto que consiste em visitar 100 novos lugares no período de um ano! Aqui tem mais sobre o projeto e regrinhas.


O Arte Core ocorreu no pilotis, nos jardins e na Cinemateca do MAM (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro), o festival foi composto por painéis de arte, pista de skate, palestras e debates, dj's e shows, oficinas, e foodtrucks com pratos típicos das culinárias latino-caribenha, africana e árabe-libanesa.
© Bruna Morgan | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.