Nesse fim de ano terei a honra de participar de uma coisa que todo artista ama: exposições  ♥ Então é isso, participarei de 3 (TRÊS) exp...

Voltando a dar vida ao blog, decidi mudar o layout e recomeçar reciclando meu tutorial de como fazer uma (fan)zine! Para quem não sabe, ...

Essas foram as primeiras fotos que tirei depois de fazer 20 anos ontem (28/09). Confesso que foi uma sensação muito esquisita, o temp...

Resolvi falar dos livros que li no mês passado, mesmo que ninguém tenha perguntado sobre isso, e fiquei assustada com a quantidade de ...

É com uma imensa honra que eu recebi o convite de sair no livro "Mulheres em Quadrinhos", projeto que finalmente sairá da gavet...

Sua barba igual a negros galhos seria, se eu fosse um insetinho com asas. Eu contornaria seu rosto e morderia seu nariz arrebitado quando...

O projeto 642 coisas sobre as quais escrever foi criado no intuito de juntar escritores para combater o bloqueio usando uma porção de des...

Mandei esse texto para o Desnamorados ! Ela debruçava-se sobre a pia tentando tirar a cor azul do cabelo. Seria mais fácil se tir...

   Demoramos mais de 3h de ônibus até o nosso destino. Vi muitas montanhas e muuuuuitos cavalos, vi casas solitárias no alto dos morros e...

Não é o meu comportamento que é vulgar, a sua atitude que é criminosa. Como vocês devem ter acompanhado as pesquisas, uma delas apontou...

Mudei o theme (finalmente!) depois de dois anos usando o antigo! Agora eu sinto até um alívio, posso continuar o ano sem um pesinho nas...

Pode parecer loucura, mas muitas das vezes as imagens que aparecem em minha cabeça não tem muito sentido no início, eu aprendi que meu su...

Eu sou o tipo de pessoa que precisa anotar as coisas para poder lembrar e cumprir, não adianta eu falar que vou fazer, pois me esqueço...

Rosana subiu até o alto do morrinho e olhou todas aquelas luzes lá de baixo. O cemitério era o único lugar que conseguia acalmá-la. O...

Minha mãe disse que sentia-se como uma bolha minúscula vagando pelo universo, uma bolha insignificante e sem rumo, uma ínfima bolha perdida ...

Queria anular a minha existência Pintar o rosto todo e ficar irreconhecível.