Querida (que é o significado do seu nome)

Não te aflijas, benzinho a vida é mesmo esse emaranhado de insanidade e desalinho. Atira-se palavras e gestos ao acaso e os...


Não te aflijas, benzinho
a vida é mesmo
esse emaranhado
de insanidade e desalinho.

Atira-se palavras e gestos ao acaso
e os dias se perdem no calendário.
Não há roteiro para quem está no palco
e nem se tolera um pouco de atraso.

Não te aflijas, benzinho
os problemas podem tentar
atacar-te feito abelhas gigantes
num louco redemoinho.

Mas não te aflijas, Carina
há quem te ajude a matar os monstros
pois daqui eu posso ver os seus amigos
surgindo em marcha detrás da neblina.

Então não te aflijas, querida
pois a ti sou toda mãos e ombros
mesmo sendo um mudo personagem
na grande peça de tua vida.

You Might Also Like

6 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É, a vida é mesmo esse emaranhado
    de insanidade e desalinho, sem fim.
    Paciência de Penélope.

    ResponderExcluir
  3. "Então não te aflijas, querida
    pois a ti sou toda mãos e ombros
    mesmo sendo um mudo personagem
    na grande peça de tua vida."

    Quanta doçura, Bruna.

    ResponderExcluir
  4. viu? que bom que eu não desisto!
    sabia que eu iria encontrar um blog assim: calmo e poético.

    tu comentaste no meu blog que teu coração havia se apertado com o post da Cecília, digo-te, então, que o meu se apertou com tua poesia :}

    até mais, bruna.

    ResponderExcluir

;D