Amor, eu carrego uma nuvem acima da cabeça.

Amor, por muito tempo, eu tenho carregado essa nuvem acima da cabeça. É uma tristeza que sinto desde pequena, é como se ela sempre est...



Amor, por muito tempo, eu tenho carregado essa nuvem acima da cabeça. É uma tristeza que sinto desde pequena, é como se ela sempre estivesse ali, mas eu não a percebia quando passava as tardes inteiras brincando no quintal. Lembro que muito nova já me agoniava quando não tinha nada para fazer, e para me acalmar, minha mãe me dava papéis e canetas para desenhar. Às vezes isso não funcionava, e eu ficava bastante ansiosa.
Eu carrego essa nuvem acima da cabeça e ela me perturba muito até em coisas pequenas. É-me difícil conseguir novas amizades, e também manter as que já tenho. Sinto necessidade de reclusão, mas até a companhia de mim mesma é esmagadora.
Às vezes eu sumo, simplesmente paro de falar com as pessoas, ou de frequentar lugares. Não leio mensagens, não atendo às ligações. Conversar torna-se um fardo, eu procuro silêncio, procuro acalmar o que grita dentro de mim. Essa minha nuvem está, na maioria das vezes, trovejando bastante.
Por causa dela, eu perco o prazer das coisas. Amizades tornam-se cansativas, objetivos tornam-se inalcançáveis. Não consigo pegar num livro, não consigo escutar músicas, e nem consigo desenhar.
Eu queria que você tivesse me conhecido quando eu era mais forte. Não costumava ser esse corpo aos frangalhos. Meus olhos não pareciam tão cansados e minhas mãos não eram tão frágeis.
Você não consegue entender como posso sentir tanta tristeza assim, mas amor, eu carrego uma nuvem acima da cabeça há muito tempo.



32. Tema: Algo que você sempre se arrepende ao dizer.  
http://bruna-morgan.blogspot.com.br/p/642-coisas-sobre-as-quais-escrever.html

You Might Also Like

1 comentários

  1. Eu sou a própria nuvem carregando meus dias. Pesando a minha vida. Eu escrevo porque não sei desenhar, cantar ou fazer qualquer outra coisa. Mas se soubesse, continuaria sendo a mesma nuvem e o mesmo peso que me esvazia a cada novo dia.

    Gostei da sua melancolia.

    ResponderExcluir

;D