Os peixes do rio

Berenice sempre me perguntava o motivo de eu passar tantas noites escrevendo sem dar sequer uma pausa, e porque eu teimava em pegar do...


Berenice sempre me perguntava o motivo de eu passar tantas noites escrevendo sem dar sequer uma pausa, e porque eu teimava em pegar do armário a minha velha máquina de escrever, constatando todos os dias que ela já havia perdido sua tinta, e que atualmente a mesma não se fabrica mais.
Uma vez eu finalmente disse à Berenice que há um rio dentro de mim. A água é densa, e lá dentro há monstros grandes e feios que vivem submersos junto com os peixes.
Berenice perguntou se os peixes são dourados, mas eu respondi que não, os peixes não são dourados, eles são vermelhos com pintinhas verdes e sabem voar. Voar?! Ela me perguntou sobressaltada. Sim, eu respondi, as nadadeiras são as suas asas, e eles nadam pelo rio denso, fazendo força para voar, porque aquela água é pegajosa e preta, não dá para enxergar nada lá embaixo.
E como eles vivem? Ela me perguntou. Ora, eu respondi, eles morrem, minha Berenice, oh! não chore. É culpa dos monstros, eles precisam se alimentar... E quando eu escrevo, esses monstros se transformam em histórias. Quando um monstro é muito mau, a história fica boa e vira comédia, ou vira romance, as coisas são desse jeito no rio, os peixes demoram a nascer, e nessas horas eu penso em desistir de tudo, de fugir e de tentar secar o rio de alguma maneira, pois eu não consigo dar conta disso, menina.
Mas agora você não sente mais vontade de fugir, certo? Berenice perguntou. Não, eu respondi, agora eu tenho você, minha querida.

You Might Also Like

18 comentários

  1. Nossa peixes que voam... brenice você é tem um menta muito criativa heim? kkkk... adorei seu texto como sempre! :D

    http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Seis anos mais velha? PUTZ! :O
    http://pinkpimenta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ow... quase que senti algo "feminino". .-. . Cougumelos vermelhos ( deu vontade de escrever issoe) EMK.

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna :D
    Gostei do texto, principalmente a parte dos peixes que voam, me lembrou um filme, não lembro qual, mas ok.

    Obrigado pelos comentários no Burn Book

    Bjs

    Att. Guilherme
    http://www.burnbook.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Liindo texto,e a citação da máquina de escrever me fez lembrar da minha...dá uma tristeza de saber que não existe mais a tinta dela,né?! =/

    Beeijo!
    http://blogmymemories.tk

    ResponderExcluir
  6. Oi flor!
    Adorei a parte dos peixesque voam e da maquina de escrever.
    Seguindo,
    Pode me ajudar com minha meta de 60 seguidores? meu blog é bem novinho ainda.

    Bjs
    justgloss.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que lindo esse texto, acho que muitos dos meus peixes morreram sem saber voar =/
    bjus ;*

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, às vezes tambem acho há um rio dentro de mim, de águas densas, e monstros submersos.

    ResponderExcluir
  9. Muiito legaal , gosteei .
    http://mariianasanttos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Convivo com vários monstro, infelizmente não tenho com que compartilhar, acabei me acostumando.

    ResponderExcluir
  11. acho que muitos dos meus peixes morrem sem saber voar :/ convivo com vários monstros! amei o texto e o lay do blog, que susto q essa formingunha dali de cima de meu LOL
    retribui o coment?
    http://ahasagata.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Bruna, AMEI aquele seu texto que foi censurado. sério! muito perfeito *-*

    ResponderExcluir
  13. olá bruna! está com 2 LV do Site Skoob com vc desde 12 /03 /2012 , preciso que me devolva! Aguardo teu contato ferbravo.bravo@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Por que você demora pra postar? Poderia continuar nos presenteando com textos belos como esse.

    Massa, mais uma vez.

    Bj

    ResponderExcluir

;D