14 de agosto de 2013

Não saberia



Como eu poderia saber
se tu caísses de uma escada e batesses a cabeça?

Tampouco imaginaria se 
um carro te atropelasse,
ou se por desgosto da vida
tu arrebentasses o
cordão umbilical
que te conecta a este mundo.

Por certo eu sentiria falta das
tuas mensagens,
tua voz através das ondas de rádio,
mas como eu saberia
se algo ruim te acontecesse,
se tampouco deu-me adeus?

(da mesma forma)
Como tu saberias
se eu morresse?

7 comentários:

  1. Gostei do eufemismo:"tu arrebentasses o
    cordão umbilical que te conecta a este mundo".

    http://apoesiaestamorrendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A presença pode ser efêmera ao tempo presente, mas a lembrança solidifica mesmo para aqueles que não mais aqui se apresentam presentes.

    Bjos!

    PS:Obrigada pelas gentis palavras no seu comentário sobre o meu blog. Fico realmente feliz que tenha gostado.

    ResponderExcluir
  3. O adeus que não foi dito não se sabe pela difícil missão de ser falado ou pelo simples fato de poupar diálogos tristes. Você já vai? Mas tão cedo? Sempre cedo ou tarde demais. Cedo demais, que poderia viver mais histórias. Tarde demais, que já viveu essa história o suficiente pra marcar pra sempre. Aquela notícia que não vai ser dada, pois o silêncio do não dito adeus, já disse que, sem novidades. Silêncio.

    ResponderExcluir
  4. sabe que eu acho que não saber é a saída para tudo?

    ResponderExcluir
  5. Belo blog, Bruna, e ótimos escritos. Voltarei mais vezes, certamente.

    ResponderExcluir
  6. ÓÓÓÓtimo texto! De vez em quando, confesso que gosto de uns textos meio pesados assim...adorei cada palavra amore! \Õ/

    Beeijos
    http://planejandoarotina.blogspot.com

    ResponderExcluir

Oie! Seu comentário é muito bem vindo *-*, espero que tenha gostado do que leu e que volte sempre <3.

Clique em "notifique-me" caso queria receber um aviso de minha resposta ao seu comentário! Beijinhos.

© Bruna Morgan | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.