Nada mais seguro que o som de você lendo alto para mim.

Facebook  |  Instagram  |  Tumblr  |  Twitter Milk and Honey é o primeiro livro de poesias da escritora de origem indiana, Rupi K...

Milk and Honey é o primeiro livro de poesias da escritora de origem indiana, Rupi Kaur, publicado de modo independente em 2015, e que alcançou a lista dos mais vendidos da The New York Times no ano seguinte.

O livro é repleto de poesia e prosa sobre violência, abuso, amor, perda e empoderamento feminino. Além de possuir ilustrações delicadas e simples, que complementam os poemas.
Eu amei a forma poética que Rupi trata dos temas abordados, mostrando seus sentimentos, pensamentos e vivências sem rodeios.
Milk and Honey é dividido em quatro partes: a dor, o amor, a ruptura e a cura.
No Brasil, o livro foi lançado com o título "Outros Jeitos de Usar A Boca", pela tradutora Ana Guadalupe.
[a forma como fala de si mesma | a forma como se degrada | até a inferioridade | é abuso - auto-mutilação]

[toda vez que você | diz à sua filha | que grita com ela | por amor | você a ensina a confundir | raiva com bondade | o que parece uma boa ideia | até ela crescer e | confiar em homens que a machucam | porque eles se parecem muito | com você - para pais que tem filhas]
[nossas costas | contam histórias | que a lombada | de nenhum livro | pode carregar - mulheres de cor]
[você precisa de mim | ou você precisa de alguém? | há uma diferença]
[há dias | em que eu me sinto infértil | como se mais nenhum poema surgisse | como se todas as palavras do mundo que haviam | de ser tecidas por mim | já foram tecidas | e eu sou incapaz | de criar nada]
[quero pedir desculpas à todas as mulheres | que descrevi como bonitas | antes de dizer inteligentes ou corajosas | fico triste por ter falado como se | algo tão simples como aquilo que nasceu com você | fosse seu maior orgulho quando seu | espírito já despedaçou montanhas | de agora em diante vou dizer coisas como | você é forte ou você é incrível | não porque eu não te ache bonita | mas porque você é muito mais do que isso]

[nada mais seguro | que o som de você | lendo alto para mim - o encontro perfeito]

[sua arte | não é sobre quantas pessoas | apreciam seu trabalho | sua arte | é sobre | se o seu coração gosta da sua arte | se a sua alma gosta da sua arte | é sobre o quão honesta | você é consigo mesma | e você | nunca deve | comercializar a sua honestidade]


Rupi Kaur

Escritora de origem indiana, Rupi se mudou com os pais para o Canadá aos quatro anos de idade, e vem mostrando sua literatura e sua arte através das redes sociais.
Ela desenha e escreve desde pequena, por influência de sua mãe, porém ela mesma disse: “A carreira de escritora não era aceitável para os meus pais”, agora com 24 anos, Rupi está escrevendo seu segundo livro ❤.
Eu a conheci em 2015, mas não por causa de seus poemas, e sim pela foto "polêmica" e artística que ela tirou com sua irmã, Prabh Kaur, onde aparecia um vazamento menstrual na calça. A mesma foto foi censurada pelo Instagram, abrindo caminho para a discussão sobre a rede social permitir fotos de menores de idade objetificados e sexualizados, e censurar um pequeno vazamento menstrual.


Fotografia: Hannah Marie

You Might Also Like

9 comentários

  1. Ela é maravilhosa!
    Li o livro essa semana e amei. Entrou pra lista de favoritos.
    Bjão
    www.jeniffergeraldine.com

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia Rupi. Quer dizer, já tinha ouvido falar sobre a polêmica do insta ter censurado a imagem dela e sua irmã, mas nem sabia quem eram as pessoas da foto! Legal saber que ela é poetisa também! Não tenho o costume de ler livros de poesia, mas gostei muito dos poemas que você trouxe para mostrar para a gente :)

    Um beijo! ♥
    www.daniquedisse.com.br

    ResponderExcluir
  3. Ainda não a conhecia e nem ao mesmo havia ouvido sobre a polêmica (desinformada nem um pouco ksdksd, mas agora o "Outros Jeitos de Usar a Boca" já está na minha lista de livros que eu tenho muito que ler. Me encantei por cada uma dessas frases, que escritora incrível. A que mais me tocou foi a última, pois eu amo desenhar e escrever também, mas sinto que não levo jeito para a coisa e ninguém nunca gostaria do meu trabalho e ás vezes eu deixo de os fazer por isso. Enfim, eu a salvei e vou ler sempre que me sentir assim.
    Conheci o seu blog há pouco tempo, mas gostei muito daqui. Ahhhh, seu cabelo é tão perfeito. ♥

    Até mais~ || sketchbirds.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeeei! Quero muito esse livro e um dia ser uma gente grande tão legal quanto a Rupi!! Olha isso gente!
    [quero pedir desculpas à todas as mulheres | que descrevi como bonitas | antes de dizer inteligentes ou corajosas | fico triste por ter falado como se | algo tão simples como aquilo que nasceu com você | fosse seu maior orgulho quando seu | espírito já despedaçou montanhas | de agora em diante vou dizer coisas como | você é forte ou você é incrível | não porque eu não te ache bonita | mas porque você é muito mais do que isso]

    Que que isso?!!!! To apaixonada!!

    ResponderExcluir
  5. Que legal conhecer o trabalho dela. Eu conheci muitos indianos e indianas aqui na NZ e ouvi cada história da Índia que meu deus hahaha É legal ver outro lado deles! Estou louca atrás de livros de mulheres indianas para entender mais sobre a vida delas também <33

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. já tava interessada nesse livro de poemas (vi a sophia lautert indicando no canal dela) e agora, depois de ler alguns dos poemas, quero muito mais ♥ não tenho o costume de ter livros assim, mas acho que esse é um jeito maravilhoso de começar, haha. amei o post e saber mais sobre a história dessa escritora!

    ResponderExcluir
  7. Eu não conhecia ela, fiquei super interessada ^^
    OBrigada por apresentar e seu post ficou lindo por demais

    ResponderExcluir
  8. Ahhh que legal. Adorei os poemas dela. Queria ver a foto, mas estou vendo seu blog no intervalo do trabalho. Daí já viu né, mas vou tentar lembrar de ver a hora que eu chegar em casa. Fiquei curiosa. Haha. Queria dar um bisu no livro tbmm! Bem interessante.
    Beeeijos.
    Pretty things

    ResponderExcluir
  9. Não conhecia a autora da polêmica da foto. Amei os poemas dela, são lindos. Fiquei muito interessada por ela. Até mais!
    http://colecionandoa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

;D