1 de janeiro de 2020

Minha trajetória artística até então!


É engraçado que eu só consegui enxergar o tanto que caminhei, após ter colocado tudo no papel e relembrado cronologicamente. Costumo me subestimar e achar que não faço o suficiente, porém é nítido o meu crescimento artístico, e como consegui calar a boca de quem já me falou para desistir.
Fiz um compilado desde 2010 para fechar a década. E ter para onde olhar e me inspirar quando achar que não sou boa o suficiente.
Espero que gostem e obrigada por tudo!

Separei a retrospectiva artística da retrospectiva pessoal, que pode ser lida aqui.

(2010)

Em 2010, nos meus 16 anos, eu estava focando mais em escrever histórias do que desenhá-las. Foi o mesmo ano em que comecei esse blog. Gostava de desenhar coisas estranhas e meio feias. Criaturas esquisitas sempre tiveram espaço em meu coração! 
Eu desenhava nas paredes de casa, principalmente na parede ao lado da minha cama.

(2011)

Tinha acabado de baixar o Corel Draw, tentava aprender enquanto criava personagens. Minha inspiração de humor naquela época era o Liniers, porém eu escrevia mais do que desenhava.
Engraçado que eu vivia desenhando quando mais nova, porém depois dos treze anos fui diminuindo até parar.


(2012)

Aos 18 anos, ❤ eu fiz somente um desenho e foi para a Fran, uma pessoa muito especial que ainda devo uma visita em Brasília! 
Foi o pior ano para me expressar, também não conseguia escrever tanto, a depressão estava muito intensa.

(2013)

Foi em 2013, no início dos meus 19 anos, que criei coragem para fazer a minha página no Facebook Universo em Bolha de Tinta, e no Tumblr Bolha de Tinta, na intenção de divulgar meus desenhos. Comecei com meu gosto esquisito por criaturas.
Nesse ano eu:  fiz minha primeira telinha (menina-coruja com vagina peluda),  fiz minha telinha da ET degolada que por anos foi capa das minhas páginas,  fiz minha primeira zine Alma me correspondi com dezenas de artistas e trocamos artes.  Fui ao primeiro encontro de artistas no Centro do Rio, organizado pelo Thiago Filgueiras, que me incentivou a pintar, mesmo que minhas telinhas fossem péssimas, e conheci a Roberta Araujo, na época era dona da extinta página Mulheres nos Quadrinhos, que me ajudou divulgando minhas artes e mais tarde me daria uma oportunidade incrível. ❤ Participei das zines Artistas do underground e o pão que o diabo amassou.

(2014)

Um ano após ter feito minha página, aos 20 anos fui abrindo meu caminho na arte. Parentes, amigos e namorado da época me incentivavam, mas ao mesmo tempo diziam que meus desenhos não levariam à nada.
 Pintei mais quadros,  entrei para o coletivo Selfless Portraits das Mina e fizemos uma zine, aliás era um grupo enorme de mulheres que desenhavam umas às outras, projeto idealizado pela Suzana Maria. ❤ Continuei me correspondendo com dezenas de artistas Entrei para o coletivo Herbarium,  onde os temas das nossas artes era a natureza em suas várias interpretações, composto pelos artistas: Izadora Borges, Samuel de Saboia, TÖFU, Gustavo Magalhães, Matheus Viana, Tiago Tourinho e Ray Castelo. ❤ Entrei para o coletivo Eu vejo flores em você, em que ilustrávamos cartas escritas por mulheres e para mulheres, idealizado pela Daniela Duarte. Participei brevemente do coletivo Virgininhas, em homanagem à Virginia Woolf. ❤ Participei das zines Zinezin, CIDA, Sociedade Secreta das Sereias❤ Participei dos breves coletivos Sociedade Secreta das SereiasArtistARK

Participei da minha primeira exposição, ❤ o 1º Encontro Feminista de Ribeirão Preto (SP), durou cerca de dois dias e eu fiquei na casa da Heloísa, uma mulher maravilhosa! ❤ Também participei da Exposição de Halloween na Ilha do Governador (RJ), organizada pela produtora Ark. ❤ No mesmo ano, participei da Feira e Exposição Piranha, com artistas feministas, em Botafogo (RJ). ❤ Junto com o coletivo Virgininhas, uma arte minha foi colada na área de artistas da III Semana Arte no Meio, na FFLCH/USP.

❤ Aconteceu então um dos meus sonhos: ser publicada. Ganhei um concurso de contos e o meu foi escolhido para compor a antologia Desnamorados!

(2015)

Aos 21 anos, ❤ eu aprendi a bordar, ❤ participei de um Baralho Sexual, onde fiz a posição T Invertido e a posição O Beijo do Súdito❤ Ilustrei um tutorial de Lambe-Lambes❤ Fui incluída na lista de mulheres quadrinistas pelo site Lady's Comics❤ Escrevi e ilustrei para a Revista Faladelas❤ Fui aceita no curso de Belas Artes da UFRJ. ❤ Ilustrei o texto “Celebre seu Corpo”, escrito pela Gabriela Ziriguidum, na Revista GWS - Girls With Style.
Fim do coletivo Herbarium e hiatos do projeto Eu vejo flores em você.

Foi em 2015 que a Roberta Araujo me convidou para  participar da coletânea Mulheres nos Quadrinhos! Foi a primeira vez em um livro de histórias em quadrinhos, eu fiquei muito feliz, principalmente na noite de autógrafos
Mais para o final do ano, ❤ eu entrei para a Antologia MÊS 2015! Com minha história de terror, e também com uma história colaborativa com meu coletivo Girl Gang!

Também em 2015 veio o ❤ surgimento do Girl Gang Coletivo, composto por 3M3, Aline Lemos, Amanda Paschoal, Ana Terra, Ana Rôlo, Beatriz Batisteli, Bonie, Brendda Lima,Camila Puni, Cath, Cris Mitsue, Jéssica Lisboa, Júlia Caetano, Juliana Coutinho, Lohanna, Luiza Abend, Luiza Guedes, Maria Clara, Mariana Lucas, Nathália C. Forte, Sabrina Satin, Thais Cortez e Thaís Schiavinoto.
Nosso coletivo apareceu em ❤ matérias d'O Diário de Pernambuco, e do Correio Braziliense. Foi mencionado no Nonada e na Ovelhamag.

❤ Participei das zines: Catota #2Linhas tortas, Coletivo Girl Gang #1.

(2016)

Tive um ano muito turbulento, voltei à morar com minha mãe, decidi sair por aí em vez de ficar trancada e triste, então eu era rolezeira e triste, mas com histórias para contar. Desenhei bem pouco, comecei a me descobrir de verdade e a me aproximar do traço atual.
Dei fim ao Girl Gang e me retirei de projetos que participava. Tive uma das minhas maiores crises depressivas.

(2017)

Aos 23 anos, voltei à desenhar de vez, fui testando meus traços e combinando o que me fazia me sentir mais satisfeita. Desenhei mil coisas e desabafei demais em cada tirinha. Fui ficando mais conhecida e minha página estourou de seguidores e compartilhamentos! 
Me aventurei com a Yasmin pela Belas Artes e pela Letras UFRJ  colando lambe-lambes das nossas artes!
Desenhei uma música do Baco e ele repostou em sua página❤ Fui divulgada nas páginas mais famosinhas da época: Mais Brasil, Poetas de Sofá (ficando entre os 10 artistas preferidos da página), Poetastro, Quebrando o Tabu, Gato e o Diabo. ❤ Fui incluída no GirlPower Zines, uma compilação de mais de 40 zines feitas por mulheres.
Fui ❤ citada nos blogs e sites Mundo de Nati❤ A Revolução das narrativas feministas nas histórias em quadrinhos, da Revista Capitolina;  Assuntos delicados ganham leveza nas histórias em quadrinhos, do Correio Braziliense;  A literatura com ilustrações, da Revista Arte Brasileira;  Um guia dos quadrinhos das minas na internet #13, das Minas Nerds;  18 tirinhas pra ler quando bate a bad, das Minas Nerds e fui nomeada Rainha das Bads
Comecei a  ilustrar para a Revista Capitolina! Ilustrei > Como começar a ler por diversão, A família de mozão: por que precisamos de aceitação.
Tive ❤ primeira parceria de trabalho com a empresa Megapix!
Minha página do  facebook foi de 30mil seguidores para 180mil! Fiz o  instagram e alcancei 10mil seguidores!


(2018)

Desenhei igual uma louca, produzi demais e mesmo assim senti que precisava fazer mais!
Trabalhei novamente para a ❤ empresa Megapix. Fiz parte do  Colabe: Clube do Adesivo.

Fui ❤ citada nos blogs e sites A arte da bad de Bruna MorganA bolha da Bruna, por Mariana Sales; ❤ Projeto Mulheres Artistas❤ Em Cene: Bruna Morgan, por RTV Digital Films; ❤ Universo em uma bolha, por Revista Nonsense;  Garotas Geeks❤ Minas Nerds❤ Conheça as tirinhas e HQs repletas de cor e poesia de Bruna Morgan, por Design Culture; ❤ Elas Disseram❤ Bruna Morgan e o Universo em Bolha de Tinta, por Elas Disseram; Quadrinhos: Universo em Bolha de Tinta, de Satirinhas.
Fui ❤ encontrada no Pinterest e no Google!

Iniciei minha ❤ primeira campanha no catarse de compilações das minhas tirinhas, infelizmente não deu certo, chegou na metade da arrecadação. Comecei e terminei meu   inktober da coelhinha! Iniciei minha ❤ segunda campanha no catarse do Clube Secreto de Colecionadores Compulsivos.
Fui convidada para participar da ❤ antologia Melaço, sete histórias curtas de amor entre mulheres, organizado pela Lita Hayata, e composto por Aline Lemos, Dani Franck, Dika Araújo, Jujuqui, Manu Negri, Talita Régis, Mtika E Lita Hayata.

Fui ao MASP, tirei foto com a  intervenção da Guerrilla Girls e o museu repostou a foto!
Fui  reconhecida na rua diversas vezes e recebi ❤ muitas fanarts dos meus seguidores! ❤ Recebi muito amor de todo mundo na minha página.
Abri a minha lojinha virtual 

(2019)

Foi concluída minha ❤ segunda campanha no catarse do Clube Secreto de Colecionadores Compulsivos e foi um sucesso, ultrapassando a meta!
Eu não me empenhei tanto em produzir a mesma quantidade que em 2018, tive muitas crises pessoais e tentei desenhar o quanto podia sem ficar mecânico. Ilustrei para a Revista Capitolina > Como nunca deixar de acreditar no amorMudanças: como se perder e se encontrar de novo; O que é esperança pra você?


Comecei o  inktober desse ano, mas não terminei. Comecei meu desafio de  100 dias de tirinhas, mas não continuei (ainda pretendo continuar). Concluí minha série ❤ Guia do iniciante para se sentir satisfeito consigo mesmo! Fiz uma ❤ mini série LGBT+ no mês do Orgulho. 
Ganhei um ❤ mini sketchbook da Thainá, mantive o hábito de escrever em diário criativo. ❤ Abri encomendas nos dias dos namorados e no final do ano.

❤ INDICADA AO 35º TROFÉU ANGELO AGOSTINI, DA ACQ, Um dos maiores prêmios de histórias em quadrinhos do Brasil! Fui indicada na categoria "webcomics", não fiquei em primeiro lugar, mas apenas em ser nomeada é um marco na minha carreira de artista. No começo da minha jornada, era um sonho longínquo ser pelo menos indicada, mas aqui estou! Tendo meu trabalho reconhecido e sendo indicada à um dos prêmios mais importantes do país, graças às milhares de pessoas que acreditam em mim e me apoiam.

❤ Entrei para a Revista Pé-de-Cabra #2, junto com mais 40 quadrinistas! ❤ Fui convidada para compor o imenso livro Mulheres & Quadrinhos, organizado pela Dani Marino e Laluña Machado, pela Skript Editora, junto com 500 artistas! 
Meu Guia foi exposto no hall dos artistas, no ❤ Festival Garotas à Frente Pussy Riot, organizado pela Agência Power Line, em SP.  Participei da exposição do Festival de Visibilidade LGBTQI+ Suburbana, na Pavuna, organizada pela Humanização no Asfalto!
Ganhei mais fanarts de seguidores, sou ❤ reconhecida na rua vez ou outra, ❤ recebo mensagens carinhosas todos os dias!
❤ Hoje tenho 190mil seguidores no Facebook e 38mil no Instagram. Mantive a minha lojinha virtual 

Minha jornada até agora tem sido muito divertida, quero fazer muito mais e me sentir satisfeita com meu trabalho!

20 comentários:

  1. Que jornada maravilhosa Bruna! Como você evoluiu e se tornou mais forte e mais confiante. É lindo de ver. Sucesso garota, você merece MUITO!

    ResponderExcluir
  2. É maravilhoso ler histórias assim e ver como a persistência pode sim levar a perfeição!!!
    amo seus desenhos (e sinto uma pequena inveja, pois desenho, mas nem tanto ahuahuahuaaa)
    Parabéns por sua evolução, Bruna!


    https://senhorapsicose.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. vc é FODA ♥ desejo muito mais sucesso daqui pra frente

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Que mulher maravilhosa, eu amei ver seu desenvolvimento. Uma arte mais linda que a outra, eu amo ver mulheres maravilhosas criando coisas maravilhosas. Parabéns!

    Feliz ano novo!
    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  5. Woooo, que retro mais linda!!!
    Adoraria conseguir chegar a algum lugar com meus desenhos também, estamos na luta!
    Você é muito talentosa, parabéns!!!!

    안녕하세요!
    Que tal conhecer o meu cantinho? Te encontro lá, hein?!
    Meu Baú de Estrelas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Torço para que você consiga chegar onde quer *-*

      Excluir
  6. Trajetória linda, que 2020 seja um ano de muitas outras conquistas, pois você merece muito mais <3

    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Tão bom calar a boca de quem espera que a gente desista, né? A Madonna canta em uma música: "this is who I am/ you can like it or not/ you can love me or leave me/ 'cause I'm never gonna stop". Siga! Vá em frente sempre! E, se quiseres, faça um dia o desenho do meu poema! Hehe. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Hahuaua farei sim um desenho! Só preciso de um tempo extra

      Excluir
  8. Que lindo ver sua trajetória! Vejo suas tirinhas no Pinterest direto, fico muito feliz quando encontro, reconheço seu traço de longe ♥

    Acho que comecei a te acompanhar mais ou menos no final de 2015, não tenho muita certeza. Lembro que você tinha uma página daquele projeto 101 em 1001 e várias dessas coisas estavam lá.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu deus, faz muito tempo hahua 2015 faz tanto tempo! Obrigada por me apoiar desde então!

      Excluir
  9. Bru, sou completamente apaixonada por seus traços há tanto tempo, que nem vou contar ao certo o tempo. E ver como você evoluiu, e tem evoluído a cada dia, a cada ano, me deixa muito feliz!
    Incrível e grandiosa a força que você teve de produzir, em meio a depressão e dúvidas.
    Fico feliz mesmo por ti! <3

    Um beijo no coração!

    Jey.

    ResponderExcluir

Oie! Seu comentário é muito bem vindo *-*, espero que tenha gostado do que leu e que volte sempre <3.

Clique em "notifique-me" caso queria receber um aviso de minha resposta ao seu comentário! Beijinhos.

© Bruna Morgan | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.