Retrospectiva Literária 2016 (Parte II)

Facebook  |  Instagram  |  Tumblr Essa é a segunda e última parte da minha retrospectiva literária de 2016. Quem quiser ver a primeira,...


Essa é a segunda e última parte da minha retrospectiva literária de 2016. Quem quiser ver a primeira, clique aqui ❤.
Oficialmente a lista de livros lidos esse ano está fechada, já que temos apenas mais dez dias, e o final do ano está muito corrido para eu conseguir terminar mais um livro huahua.

Lista dos livros e pontuações:
★ruim | ★★mais ou menos | ★★★ok | ★★★★muito bom | ★★★★★genial incrível!:

01. The Enigma of Amigara Fault - Junji Ito ★★★★★
02. Human Chair - Junji Ito ★★★★★
03. Lavagem - Shiko ★★★★★
04. Um, dois e já - Inés Bortagaray ★★★★
05. Macanudo #1 - Liniers ★★★★
06. Portas do Éden # 1 - Pablo Holmberg ★★★★
07. A História do Ladrão de Corpos (As Crônicas Vampirescas #04) - Anne Rice ★★★★★
08. Fahrenheit 451 - Ray Bradbury ★★★★★
09. A Rainha dos Condenados (As Crônicas Vampirescas # 03) - Anne Rice ★★★★★
10. O Discurso “Faça Boa Arte” - Neil Gaiman ★★★ ★
11. Contos de Mentira - Luisa Geisler ★★★ ★
12. Voices In The Dark - Junji Ito ★★★ ★
13. Mimi no Kaidan - Junji Ito ★★★
14. Antologia MÊS 2015 - Vários ★★★★★
15. Lembra de Mim? - Sophie Kinsella ★★★
16. Blood-bubble Bushes - Junji Ito ★★★ ★
17. Cat Diary - Junji Ito ★★★★★

Melhor livro de Literatura: 
Dessa segunda lista, o melhor livre de literatura foi Fahrenheit 451, de Ray Bradbury. Primeiro, eu vi o filme quando era adolescente, minha mãe quem recomendou. Nós amamos ficção científica e distopia, então eu quase morri quando encontrei esse exemplar na livraria, comprei na mesma hora. A história é incrível, Fahrenheit 451 conta sobre um futuro em que a sociedade proíbe os livros, já que os mesmos são uma ameaça ao sistema. Nisso, cada exemplar que é encontrado, os bombeiros, que antes extinguiam o fogo, agora queimam pilhas de livros. A história é contada a partir da visão de Guy Montag, um bombeiro, que começa a esconder exemplares em sua casa.

(foto da Vuou, pois não encontrei o meu exemplar na casa da minha mãe)

Pior Livro de 2016:
Não digo o pior, porém o que me deixou com a sensação de "estar faltando algo" foi  Mimi no Kaidan, do Junji Ito. É um mangá centralizado na personagem Mimi, que não importa para onde vá, sempre se depara com eventos sobrenaturais sinistros.
Eu gostei do mangá, mas não senti aquela sensação de que a história terminou. Um vazio, sabe? Poderia ter mais profundidade nas histórias.

Melhor livro Não Literário:
Eu sou suspeita para falar que é a Antologia MÊS 2015? Eu escrevi uma resenha dessa antologia maravilhosa que participei com mais de 20 autores! São muitas histórias em quadrinhos maravilhosas, o melhor livro não literário da segunda lista só pode ser esse ❤.

Autor Descoberta:
Inés Bortagaray, autora de Um, dois e já. Conheci também através do Clube do Livro GWS. Ela é uma escritora uruguaiana. Eu amei o jeito que ela escreve, e já quero ler os outros livros!

Senti Falta...
Senti falta de ler mais ficção científica e literatura russa. Senti falta também de ficar debruçada num livro e de não conseguir dormir porque queria ler mais.

Melhor capa de 2016:
Voices In The Dark, do Junji Ito. Esse tipo de capa normalmente não me atrai, mas achei tão estranha que acabei amando. Ela tem bem a cara de histórias bizarras japonesas. E as histórias são mesmo bem loucas!

Pior capa de 2016:
O Discurso “Faça Boa Arte”, eeeer, eu critiquei bastante a diagramação desse livro na resenha que fiz huahua. As cores são muito claras, e a capa não me chamou a atenção, o que gostei mesmo foi o conteúdo.

*Eu usei o modelo de retrospectiva da Two Bee, e ela sabe ❤.

You Might Also Like

9 comentários

  1. Olá. Esse ano infelizmente eu não li muitos livros e me sinto um lixo por conta disso. A maioria dos livros eu não conhecia, mas parecem ser bem legais. Até mais! ♡
    Eutheromania e Hematomas

    ResponderExcluir
  2. desses todos eu só li fahrenheit 451 e achei um baita livrão! <3 gostei muito desse estilo de retrospectiva! :) :***

    ResponderExcluir
  3. Muitos livros heim!!!
    Eu devo ter lido um só hahahah :/

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Quando eu tava na loucura de distopia, me falaram do Fahrenheit mas não sabia que tinha filme!!! Vou caçar pra ver!
    Cê ta falando tanto do seu senpai que tá me dando uma vontade de parar tudo e começar a ler alguma coisa dele >> olha a influenciadora digital.
    -
    Espero que ano que vem você consiga ler mais e mais o que ama e continuar criando coisas maravilhosas com essa imaginação superior <3
    Boas festas!!!
    A Bela, não a Fera blog | A Bela, não a Fera Youtube | Converse comigo no Twitter!

    ResponderExcluir
  5. Olá,Bruna! Como você está? Já te falei que amo seu blog? Os conteúdos são ótimos e nos motiva a comentar mais e mais. Continuo achando super legal que nem um dos livros foram considerados ruins! Nunca li,Fahrenheit 451,mas parece ser bem interessante e será que tem ele pra e-book? Agora não posso gastar muito dinheiro então fica muito ruim pra comprar um livro. Eu nunca gostei de mangás,acho um pouco sem vida entende? Sempre tive vontade de ler essa antologia acredita? Mais nunca tive oportunidade. Nunca ouvi falar da Inés,sem contar que me lembrou muito a inês brasil,haha. Não vou mentir,também concordo que a capa pior foi esse livro,não tem vida,mesmo que as cores tenham sido sincronizadas.
    Beijos ♡
    | reckless | e Hematomas

    ResponderExcluir
  6. De todos os livros aqui, li apenas dois. Um do Neil Gaiman e o outro é Fahrenheit 451! Sou apaixonado por estes dos livros, sério. Este discurso de Gaiman é meu ideal! Tem tantos livros que tenho que ler, por exemplo, livros de autores de outros países. geralmente leio de escritores americanos, se não, britanicos. Não tem ninguém, sei lá, a nigéria! Ano que vem pretendo lançar um projeto de leituras do mundo todo <3!

    www.setecoisas.com <3

    ResponderExcluir
  7. Adorei sua retrospectiva! Eu li tão pouco esse ano que não consegui fazer uma retrospectiva literária. A maioria dos meus livros foram acadêmicos ou não-ficção, e esses eu nunca faço resenha.

    Também acho feinha a capa de "faça boa arte" mas já vi o vídeo do discurso e sou super curiosa pra saber como ficou o livro. Adoro o Neil, um dos meus autores favoritos ♥

    ResponderExcluir
  8. Eu li dessa sua lista A Rainha dos Condenados, em 2017 se conseguir cumprir minha meta e sobrar tempo vou ler A história do Ladrão de corpos. Tem muito livro que eu não conheço gostei do post por comentar coisas diferentes das "modas" que tem por aí, vou pesquisar mais sobre alguns e talvez inclua na lista também ;)

    ResponderExcluir
  9. Nenhuma das suas leituras é igual as minhas, embora eu tenha chegado bem pertinho de comprar Lembra de Mim... mas acabei não me animando muito :p

    Nem sei dizer qual foi minha leitura favorita de 2016, porque eu li muito liro bom hehe. Partindo para o lado sentimental, acho que foi Qualquer Outro Lugar, porque é o terceiro da minha série favorita *-*

    O meu pior livro de 2016 foi, sem dúvida, A Coroa, da Kiera Cass (que livrinho ruim, mds). Meu autor descoberta foi o Jostein Gaarder! A capa mais bonita foi a de A Menina QUE Colecionava Borboletas, embora não tenha sido minha leitura preferida do ano :p a pior capa foi A Ceita dos Assassinos!

    Ok, chega de falar hehe. Adorei o post! Beijos :*

    ResponderExcluir

;D