29 de abril de 2017

Makoto Shinkai, meu senpai.


Eu conheci Makoto Shinkai através do Elvas, que tem uma estante belíssima de mangás e conhece infinidades de animes e filmes japoneses.
Makoto é escritor, diretor cinematográfico, mangaká e animador, nascido em fevereiro de 1973, em Nagano, Japão. Sua paixão por escrever e desenhar mangás começou no colégio, então logo estudou literatura japonesa na Universidade Chuo, em Tókio, e foi membro do clube literário de lá, desenhando as capas dos livros.
Sua animação favorita é "O Castelo no Céu" (Tenkū no Shiro Rapyuta), criação de Hayao Miyazaki, de quem é fã (e eu também).

As animações do Makoto  Shinkai são únicas, ele faz uma mistura excelente, composta por visual + música + história. Com toda a delicadeza e riqueza em detalhes, Makoto desenha paisagens incríveis com paletas excelentes que enchem os olhos de admiração. A trilha sonora, muitas vezes composta por piano, se adequa aos sentimentos dos personagens de modo brilhante. Não sendo apenas visual, suas animações são preenchidas por roteiros bem elaborados, cheios de sentimentos sobre o amor, a distância e a solidão (tema recorrente em suas obras), por esse motivo, seus filmes são carregados de emoção e levam às lágrimas.
Eu tive o prazer de assistir a muitas animações dele com a minha irmã, fizemos uma maratona de uma semana, mas hoje apresento somente quatro filmes e dois curtas-metragens.

Para quem quiser uma análise maior, uma amiga, a Thaís Stagni, escreveu "Por que a obra de Makoto Shinkai emociona até quem não gosta de romance?", para a IGN Brasil, matéria que gostei bastante.

Kimi No na Wa. (Your Name.)

Mitsuha, uma garota do ensino médio que mora na região montanhosa, e Taki, um garoto do ensino médio morando em Tóquio, começam a mudar de corpo intermitentemente. Eles percebem que isso não é um sonho quando seus amigos e familiares dizem que eles agiram de modo estranho recentemente. Eles começam a se comunicar, deixando notas no caderno de Mitsuha e anotações no telefone de Taki, e intervir na vida um do outro.

A mais recente animação feita pelo Makoto, lançada em 2016, entrou em meu coração e me deixou em pedaços junto com a minha irmã. A história foi construída de maneira maravilhosa, não é à toa que se tornou a obra mais conhecida e aclamada de sua carreira.

 Kotonoha no Niwa (O Jardim das Palavras)

Abre o início de estação chuvosa em Tóquio. Takao Akizuki é um estudante de 15 anos que mata aulas para dedicar-se ao que mais gosta: desenhar sapatos, no jardim de Shinjuku Gyoen. É justamente nesse local, que ele encontra Yukari Yukino, uma misteriosa mulher de 27 anos. Quando ela percebe o emblema da escola no uniforme de Takao, Yukino despede-se com um tanka (uma forma de poesia japonesa), deixando-o perplexo quanto à sua origem e significado. Os dois continuam a se encontrar no parque em manhãs chuvosas, mas sem formalmente se apresentarem um ao outro. Após Yukino interessar-se pelos calçados, Takao decide fazer um par de sapatos para ela. Com o fim da estação das chuvas, o encontro deles pode chegar ao fim.

Eu diria que o personagem principal é a chuva, e o sentimento de solidão e abatimento que ela traz. Sempre presente, ela une Takao e Yukino, que tem em comum a fuga da realidade diária. Vemos uma amizade sendo construída entre os dois, embora permaneçam sem saber um da vida íntima do outro. Até que a estação das chuvas chega ao fim, e ambos precisam encarar os problemas que deixaram de lado.

Byōsoku 5 Senchimētoru (Cinco Centímetros por Segundo)

Dividido em três atos em épocas diferentes da vida dos personagens.
Primeiro ato (Cherry Blossom Story): Tono Takaki e Shinohara Akari conheceram-se na escola primária e tornaram-se muito próximos, mas ela teve de se mudar com a família para uma região longe de Tóquio. Os dois continuam a trocar correspondência, e um dia é Takaki que se tem de mudar – para Tagoshima, uma ilha situada no Oeste do Japão. Takaki decidi ver Akari pela última vez, empreendendo uma longa viagem de comboio até Tochigi.

Segundo ato (Cosmonaut): Anos depois, em Kagoshima, Sumita Kanae está apaixonada por Takaki, colega dela, mas este parece ter a mente sempre num local distante. Além de se sentir deprimida por não ser, aparentemente, correspondida, Kanae está indecisa em relação ao seu futuro, adiando a escolha do curso universitário.

Terceiro e último ato (5 Centimeters per Second): De volta a Tóquio, Takaki, agora adulto, debate-se com melancólicas memórias do passado e entra em ruptura com as suas relações sentimentais e laborais. Akari está em Tochigi e prepara-se para viajar. Poderão os dois voltar a encontrar-se em Tóquio?

Uma light novel foi lançada para dar continuidade ao filme, que deixou o final em aberto.

Provavelmente, essa foi a animação que mais me desgastou emocionalmente, pois cada ato carrega emoções bem fortes, sem tempo de respirar para refletir sobre os acontecimentos.
Foi o primeiro filme do Makoto que eu e minha irmã assistimos, e não recomendo que seja o primeiro de ninguém, pois ao meu ver, carrega uma subjetividade fortíssima do autor, sendo uma animação bem carregada e por vezes confusa para quem pretende conhecer seus trabalhos.

 Hoshi o ou Kodomo (Viagem para Agartha)

Asuna é uma menina solitária. Ela tem o hábito de passar seus dias escutando uma música misteriosa em um rádio especial que ganhou de seu pai. Certo dia ela conhece um rapaz chamado Shun, e parte numa viagem de aventuras para procurar seu pai em um mundo chamado Agartha.

Eu assisti sem saber que era do Makoto, encontrei na lista "Além da Pixar". Eu amei o visual e a trilha sonora, porém o roteiro não me cativou, achei enfadonho e demorado, talvez eu não estivesse no clima. Darei outra chance depois e reassistirei.

 Kanojo to Kanojo no Neko (Ela e o Seu Gato)

Ela e o Seu Gato fala sobre o inocente ponto de vista do pequeno gato Chobi, nos é contado um pouco de seu cotidiano e descobrimos que ele se apaixonou por sua dona e que ela esta no meio de um conflito pessoal, o qual a está deixando muito deprimida. Em seu pequeno mundo, Chobi não consegue entender os acontecimentos, apenas sente que algo está errado. Essa história fala de amor na sua forma mais pura e simples, sem esperar nada em troca, apenas dois confidentes que dividem juntos a solidão de suas vidas.

Com duração de 5 minutos, esse curta-metragem foi feito inteiramente por Makoto, ele escreveu, desenhou, animou, e dublou o gato. É delicado e melancólico.

Dareka no Manazashi (Someone's Gaze)

Conta a história de Aya, que há dois anos saiu de casa para trabalhar. Com isso o pai de Aya passou a viver sozinho com sua gata Mii-san. Após um longo dia no trabalho, enquanto Aya tenta dormir, ela lembra do tempo em que sua família vivia junto. Lembra da tristeza que sentiu quando sua mãe teve que ir embora e como ficou feliz no dia que seu pai trouxe Mii-san para confortá-la.

Curta-metragem de 6 minutos, história rápida e de visual lindíssimo, rapidamente me levou às lágrimas quando decidi assistir. Makoto parece gostar de gatos, e fiquei refletindo se ele tem vários em casa.


~
BEDA é um projeto entre blogueiros que consiste em blogar todos os dias de de abril. Para ver os posts do BEDA, é só clicar aqui na tag.

7 comentários:

  1. Olá amor, tudo bem?

    Desde que eu entrei no blog recebi inúmeras recomendações de mangás, várias pessoas falando que assim que eu assistisse, minha vida iria mudar (para melhor) e eu iria me apaixonar, mas acredita que eu nunca me senti interessada? (Desculpa a sinceridade).

    Eu não vou mentir, sua postagem meio que me chamou atenção, um pouquinho... Música, história e romance juntos parece ser uma boa opção. Me parece que todos que você citou, tem uma história de amor e aventura por trás e talvez eu assista.... Amei a postagem, achei bem trabalhada, meus parabéns!

    Afogando-se na chama ☺

    ResponderExcluir
  2. Olá Bruna, tudo bem?
    Amei a postagem se abrindo com mangas, algo que já vi alguns mas não tive aquela ação de me empolgar com eles, mas sempre achei belo e trabalho sempre bem feitos. Contudo na sua postagem o que me gerou vontade foi Kotonoha no Niwa (O Jardim das Palavras), que eu vou ir atrás e quebrar minhas curiosidades. rsrs'

    Mas... passo a primeira vez por aqui no seu blog. 🙂
    Meu nome é Everton e acabo de estar com meu blog aberto e com isso estou conhecendo novos e buscado companhias, por isso te convido a passar nele: https://rabiscoscolorido.blogspot.com.br/, espero que goste, estou no meu começo, contudo, será sempre bem vinda.

    Obrigado,
    Everton Silva

    ResponderExcluir
  3. Acredita que nunca assisti nenhum Mangá? Não sei se iria gostar, mais anotei sua indicação! ❤

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Bruna!
    Depois do seu comentário vim correndo para ler ~~~~~~~~~
    Obrigada por me indicar o que fazer nesse feriado!
    Eu realmente havia visto alguns cartazes na Netflix, mas nunca pensei em assistir pois meu tempo para animes estava reduzido e a minha animação também... (ultimamente tenho tentado ler mais mangás)
    Eu não sei como me preparar para assistir esses filmes... Vou chorar com quase certeza absoluta! Quando eu terminar de assistir todos da Netflix eu volto para comentar e procurar os curtas na internet!

    -Kissus-
    Ps..: Acho que vou achar mais alguns filmes para baixar a trilha sonora :3
    Visite: www.wtdarkside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Que legal a postagem! Adoro animações japonesas e recentemente vi 5 centímetros por segundo e O Jardim das Palavras (até já escrevi minhas críticas, só nao publiquei). Estou doida para ver Your Name mas estou na espera de uma cópia de melhor qualidade. Quanto aos outros filmes/curtas, não conhecia, e justamente por isso gostei tanto da postagem. Certamente vou procurar vê-los!

    Beijos, Vickawaii
    http://www.neverland.com.br

    ResponderExcluir
  6. sobre o curta Kanojo To Kanojo no Neko, há uma produção de 4 episódios de 7:50 minutos cada um lançada em 2016 que se chama Kanojo To Kanojo No Neko: Everything Flows... link de onde eu assisti: http://www.superanimes.com/kanojo-to-kanojo-no-neko-everything-flows

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhhhhhhhh, não acreditoo *OOO* socorro! Obrigada!

      Excluir

Oie! Seu comentário é muito bem vindo *-*, espero que tenha gostado do que leu e que volte sempre <3.

Clique em "notifique-me" caso queria receber um aviso de minha resposta ao seu comentário! Beijinhos.

© Bruna Morgan | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger.