Dúvidas quanto a forma de escrever (?)

Nos dias de hoje os adolescentes escrevem errado por simples falta de atenção. Mesmo com a internet na vida diária da maioria, a preguiça...


Nos dias de hoje os adolescentes escrevem errado por simples falta de atenção. Mesmo com a internet na vida diária da maioria, a preguiça ou a falta de interesse em procurar um site que explique as formas corretas de escrever algo, é costume de poucos.
Aqui vou colocar alguns desses erros que as pessoas constantemente abusam.



• Acerca de ou há cerca de Na expressão “há cerca de” está inserido o verbo “haver” no sentido de tempo decorrido, sem saber o período com exatidão de dias, meses ou anos. Aproxima-se do sentido de “faz” quando também se refere a tempo. Na dúvida substitua o verbo “há” por “faz”. Observe: 

Lembramos que a revolução ocorreu  cerca de meio século. (faz cerca de) 

Já o termo “acerca” ou a locução prepositiva “acerca de” têm significado de: “a respeito de”, “sobre algo”. Veja: 

Falávamos acerca de sua resposta à professora. 
Não falei nada acerca disso. 

• Tampouco ou tão pouco 
Tampouco significa “também não” e é advérbio. Geralmente, é usado na expressão “nem tampouco” para enfatizar o sentido de negação. Veja: 

Não sei escrever esta palavra, você tampouco. 
Não verifiquei se minha grafia está correta, nem tampouco a pontuação. 

Tão pouco significa “muito pouco” e refere-se à medida (de tempo, de valor). Observe: 

Faz tão pouco tempo que estamos trabalhando! 
Que bom, o sapato que quero comprar custa tão pouco!



• Ao invés, invés ou em vez de?

Muita dúvida surge no emprego de “ao invés”, “invés” ou “em vez de” e é comum, uma vez que são muito semelhantes na grafia e também no significado.

Primeiramente, o termo “invés” é substantivo e variante de “inverso” e significa “lado oposto”, “avesso". Na expressão “ao invés”, o substantivo “invés” continua com o mesmo significado, contudo, é utilizada para indicar oposição a algo ou alguma coisa e, portanto, significa “ao contrário de”. Geralmente vem acompanhada da preposição “de”.
Observe:
A empresa de cobrança ao invés de enviar o boleto, optou pelo débito em conta.
Ao invés de protestar seu nome, conceder-lhe-ei  uma nova chance.
O termo “invés” é substantivo e variante de “inverso” e significa “lado oposto”, “avesso".
Já a expressão “em vez de” é mais empregada com o significado de “em lugar de”, porém, pode significar “ao invés de”, “ao contrário de”. Observe:

A menina assistiu à TV em vez de filme. ( não poderá ser usado “ao invés de”, pois não há oposição de termos).

A professora, em vez de diminuir a nota do aluno, aumentou-a (a expressão “em vez de” poderia ser substituída por “ao invés de”, pois temos termos contrários “diminuir” e “aumentou”).

Se “em vez de” pode significar “ao invés de”, como poderemos identificar o emprego de ambas as expressões?

A expressão de “em vez de” pode ser empregada em múltiplas circunstâncias, desde que seus significados sejam mantidos. Já “ao invés de” poderá ser aplicada somente quando há termos que indicam oposição na frase, significando “ao inverso de”.

• Ao encontro de ou de encontro a?
As expressões “ao encontro de” e “de encontro a” são diariamente faladas em jornais, revistas, artigos, em conversas telefônicas, e-mails, dentre outros. Contudo, só não são mais utilizadas pelas dúvidas constantes que geram no indivíduo: qual está correta? como empregá-las? qual o significado dessas expressões? 

Para não haver mais imprecisão no uso das locuções em questão, devemos nos ater aos seus significados, mesmo porque possuem sentidos contrários. Vejamos: 

Ao encontro de: tem significado de “estar de acordo com”, “em direção a”, “favorável a”, “para junto de”. 

Exemplos: Meu novo trabalho veio ao encontro do que desejava. (Meu novo trabalho está de acordo com o que desejava.) 
Vamos ao encontro de nossa turma. (Vamos para junto de nossa turma) 
Essa lei vem ao encontro dos interesses da população. (Essa lei vem a favor, em direção aos interesses da população) 

De encontro a: tem significado de “contra”, “em oposição a”, “para chocar-se com”. 

Exemplos: Esta questão está indo de encontro aos interesses da empresa. (Esta questão está indo contra os interesses da empresa). 
A decisão tomada foi de encontro às reivindicações do sindicato. (A decisão tomada foi oposta às reivindicações do sindicato). 
O jovem dirigiu bêbado e foi de encontro à árvore. (O jovem dirigiu bêbado e chocou-se com a árvore). 

Como podemos perceber, “ao encontro de” tem significado de concordância, de acordo, enquanto que “de encontro a” exprime significado de discordância, de divergência. 
Logo, quando for usar as expressões abordadas acima, observe antes se o que vai ser dito tem sentido desarmônico ou harmônico.



• A ou Há?
Para saber se você deve usar “a” ou “há” apresentamos aqui algumas dicas para facilitar a eliminação de dúvidas a esse respeito:

 Usa-se “há” quando o verbo “haver” é impessoal, tem sentido de “existir” e é conjugado na terceira pessoa do singular.

Exemplo: Há um modo mais fácil de fazer essa massa de bolo.
Existe um modo mais fácil de fazer essa massa de bolo.

• Ainda como impessoal, o verbo “haver” é utilizado em expressões que indicam tempo decorrido, assim como o verbo “fazer”.

Exemplos: Há muito tempo não como esse bolo.
Faz muito tempo que não como esse bolo.

Logo, para identificarmos se utilizaremos o “a” ou “há” substituímos por “faz” nas expressões indicativas de tempo. Se a substituição não alterar o sentido real da frase, emprega-se “há”.

Exemplos: Há cinco anos não escutava uma música como essa.
Substituindo por faz: Faz cinco anos que não escutava uma música como essa.

• Quando não for possível a conjugação do verbo “haver” nem no sentido de “existir”, nem de “tempo decorrido”, então, emprega-se “a”.

Exemplos: Daqui a pouco você poderá ir embora.
Estamos a dez minutos de onde você está.

Importante: Não se usa “Há muitos anos atrás”, pois é redundante, pleonasmo. Não é necessário colocar “atrás”, uma vez que o verbo “haver” está no sentido de tempo decorrido.



fonte

You Might Also Like

0 comentários